Piso Porcelanato vs Piso Laminado


A escolha dos pisos gera muita dúvida na hora da reforma ou da construção. Afinal, o mercado oferece milhares de opções estéticas, preços e materiais, o que pode gerar insegurança na decisão. Para escolher o piso certo, três pontos devem ser considerados: manutenção, instalação e durabilidade.


Piso Laminado

Bastante popular, o piso laminado é um dos queridinhos do mercado. O aconchego e requinte da madeira são apropriados para ambientes internos e secos, comerciais e residenciais.

Além disso, a característica de cada modelo precisa se alinhar com o perfil de uso do ambiente. Para áreas sociais como salas e cozinhas, por exemplo, o ideal é que o revestimento ofereça praticidade na hora da limpeza, pedras e cerâmicas. Para os quartos, é interessante contar com conforto térmico e acústico, boas opções são o piso vinílico, laminado ou a madeira natural.

Por isso, procure não escolher apenas pela beleza do material. Pesquise as especificações, avalie as vantagens e desvantagens e as particularidades do ambiente que será aplicado. O sucesso da escolha depende da necessidade dos usuários e da qualidade da instalação.

Outra variável é o tipo de imóvel. Em apartamentos pequenos, a dica é usar o mesmo piso na maior área possível (exceto cozinha e banheiro, que precisam de revestimentos fáceis de limpar) para conseguir uma sensação de amplitude nos ambientes, também deve-se evitar as soleiras e fragmentações.

Agora, sabendo um pouco mais sobre os materiais, é só pensar nas suas necessidades e na rotina da casa para acertar na escolha.

Porcelanato

O porcelanato, além de ser um clássico é objeto de desejo de várias pessoas que estão construindo ou reformando. Consiste em um tipo de revestimento cerâmico, que devido ao seu modo de produção, consegue características únicas, como uniformidade de coloração, massa homogênea, alta resistência à abrasão física e química e absorção próxima a zero.

É um revestimento muito versátil, que pode revestir pisos de áreas internas ou externas, paredes e até bancadas de áreas molhadas. Atende desde o estilo clean até imitações de materiais naturais, como madeira, concreto, pedras e tecidos, colocando à disposição dos usuários opções para todos os tipos de ambientes

Podem ser classificados como “Toda Massa” (ou Porcelanato Técnico), nesse caso possui alta resistência mecânica e não recebe esmalte na superfície. Ou “Esmaltado”, que assim como o anterior, possui alta resistência mecânica, porém recebe esmalte na superfície.

Além do tipo de porcelanato, conforme os citados acima, também existem especificidades para o acabamento final da peça. A superfície pode ser natural, acetinado, rústico (opções mais foscas), polido (opção regular e com brilho) ou mais ásperos (ideal para áreas externas que demandam piso antiderrapante).

O acabamento das bordas, também se diferem entre retificado, opção mais reta onde o resultado final com rejunte é mais uniforme; ou bold, com bordas mais arredondadas, aqui o rejunte acaba em um nível mais baixo que a peça de porcelanato.

Em relação aos custos, pode variar muito de acordo com o tamanho da peça, tipo de material ou acabamento e marca. Por isso, vale a pesquisa, adequando o seu gosto ao investimento.

54 visualizações

SÃO PAULO

Avenida Sapopemba, 1408 - Alto da Mooca

RIO DE JANEIRO

Avenida Cesário de Melo, 4654 - Campo Grande

© 2018 por ELEAR Distribuidora. Todos os direitos Reservados. 

whatsapp-logo-1.png